Category: Caderno pessoal

Quadro-resumo das principais perspectivas éticas segundo o problema da validade das normas

Advertência: O conceito de “ética” pode admitir muitas definições, a depender da abordagem que empregamos para tal fim. Aqui, optamos por uma abordagem francamente inspirada em Paul Ricoeur, para quem a ética se define como uma “reflexão de segundo grau sobre as normas” (RICOEUR, 2008b, p.50). Trata-se, portanto, de uma

A ideia de justiça

Não há maior injustiça do que tratarmos a ideia mesma de “justiça” como apenas mais uma entre tantas outras que se equivalem (ou que seriam ainda mais relevantes!). Podemos acusá-la de gozar de mais crédito do que supostamente ela merece, mas não sem antes já termos condenado o martelo a

Tão justo que mal cabe em si (sobre o espírito do perdão)

A justiça não significaria nada se a ela não restasse ainda o próprio direito de usar a força. Como bem já lembrou Pascal, não há justiça sem força (a garantia de poder aplicá-la), embora possa haver força sem justiça – verdadeira raiz do mal! Como poderia então a justiça não

Sobre ética, ciência e o retorno presencial das atividades escolares no Rio de Janeiro

A maneira mais fácil de entendermos a distinção entre “ciência” e “ética” é pensarmos na diferença entre “fato” e “norma”. Fatos são coisas que descrevemos. Deles só podemos dizer se são verdadeiros ou falsos. Normas são coisas que prescrevemos. Delas só se pode afirmar se são justas ou não. As

Uma hipótese sobre o desenvolvimento moral do senso de justiça

A dificuldade está em que o amor de várias pessoas é lançado na confusão a partir do momento em que as reivindicações dessas pessoas entram em conflito. John Rawls No princípio é o afeto: a dedicação emotiva de quem está sempre cuidando de nós. Logo se forma a certeza de

Democracia e liberdade de expressão: há um limite ético para o uso da linguagem?

À primeira vista, a ideia de que todos devemos ser livres para expressar nossas ideias e opiniões costuma despertar a nossa imediata simpatia. Como democratas, entendemos se tratar de uma inequívoca conquista civilizatória o direito de falar a respeito de qualquer assunto sem que se interponha previamente a censura do

O conceito de cidadania na teoria da justiça de John Rawls: uma nota de estudo

Mais cedo ou mais tarde, toda sociedade marcada pelo pluralismo de crenças e ideias, mas também pelo compromisso com os valores da liberdade e da igualdade, depara-se com o desafio de elaborar uma concepção pública de justiça a fim de ordenar politicamente i) uma divisão pacífica de direitos e deveres

O poder e a justiça

Mas quem pretenderá ser justo poupando-se da angústia? Jacques Derrida   A história da vida pública de uma sociedade costuma ser interpretada como um processo de inúmeras disputas entre interesses socialmente antagônicos em torno da conquista do poder. Em que pese a perspicácia analítica desta descrição, tal processo guarda ainda

A ética do discurso em uma pergunta

Se esperamos que o outro reconheça a verdadeira importância do que temos a dizer a ele, por que declará-lo incapaz de compreender justo aquilo que tornaria a própria comunicação possível?

Justiça e correção moral: uma interpretação filosófica do desejo punitivo

As Eumênides dormem, mas o crime as desperta. Hegel, citado por Paul Ricoeur A primeira dificuldade daqueles que desejam estabelecer uma abordagem do problema da justiça, bem como do seu derradeiro significado moral para a vida em sociedade, consiste em saber como determinar o aspecto mais decisivo desta mesma relação,

Blog no WordPress.com.