Trechos inesquecíveis – Judith Butler

“O reconhecimento não pode ser reduzido à formulação e à emissão de juízos sobre os outros. Indiscutivelmente, há situações éticas e legais em que esses juízos devem ser feitos. No entanto, não deveríamos concluir que a determinação legal da culpa ou da inocência seja o mesmo que reconhecimento social. Na verdade, o reconhecimento muitas vezesContinuar lendo “Trechos inesquecíveis – Judith Butler”

Trechos inesquecíveis – Martha Nussbaum

“Precisamos voltar agora ao problema geral da assistência e perguntar quais políticas públicas são sugeridas pelo enfoque das capacidades nesse terreno. Argumentei que a assistência tem implicações para mais ou menos todas as capacidades centrais, tanto do assistente quanto do assistido, e que a lista de capacidades fornece um conjunto altamente útil de critérios sociaisContinuar lendo “Trechos inesquecíveis – Martha Nussbaum”

Trechos inesquecíveis – Chaïm Perelman

“A priori, a área de aplicação da justiça não é determinada, sendo, pois, suscetível de variação. Todas as vezes que se fala de ‘cada qual’ numa fórmula de justiça, pode-se pensar num grupo diferente de seres. Essa variação do campo de aplicação da noção ‘cada qual’ a grupos variáveis fornecerá variantes não só da fórmulaContinuar lendo “Trechos inesquecíveis – Chaïm Perelman”

Trechos inesquecíveis – Alain Supiot

“O homem é um animal metafísico. Ser biológico, está antes de tudo no mundo por seus órgãos dos sentidos. No entanto, sua vida se desenvolve não só no universo das coisas, mas também num universo de signos. Esse universo se estende, para além da linguagem, a tudo o que materializa uma ideia e deixa assim,Continuar lendo “Trechos inesquecíveis – Alain Supiot”

Trechos inesquecíveis – John Rawls

“Vamos assumir, para fixar ideias, que uma sociedade é uma associação mais ou menos autossuficiente de pessoas que em suas relações mútuas reconhecem certas regras de conduta como obrigatórias e que, na maioria das vezes, agem de acordo com elas. Suponhamos também que essas regras especifiquem um sistema de cooperação concebido para promover o bemContinuar lendo “Trechos inesquecíveis – John Rawls”

Trechos inesquecíveis – Platão

  “Sócrates: – Dessa forma [concluo que] desejas que adicionemos algo ao que dissemos antes sobre a justiça quando dissemos que é justo tratar amigos bem e inimigos mal. Desejas que acrescentemos a isto que é justo tratar bem um amigo que é bom e prejudicar um inimigo que é mal? Polemarco: – Certo. IssoContinuar lendo “Trechos inesquecíveis – Platão”

Trechos inesquecíveis – Paul Ricoeur

“No testemunho de nossa memória parece ser possível encontrar pelo menos um sintoma eloquente – na falta de uma prova decerto inalcançável – de que a destinação pacífica da esfera jurídica (destinação à qual o fenômeno do judiciário confere especial visibilidade) é, de certa maneira, tão originária quanto o pendor à violência exibido pelo malContinuar lendo “Trechos inesquecíveis – Paul Ricoeur”

Trechos inesquecíveis – Jacques Derrida

“Para ser justa, a decisão de um juiz, por exemplo, deve não apenas seguir uma regra de direito ou uma lei geral, mas deve assumi-la, aprová-la, confirmar seu valor, por um ato de interpretação reinstaurador, como se a lei não existisse anteriormente, como se o juiz a inventasse ele mesmo em cada caso. Cada exercícioContinuar lendo “Trechos inesquecíveis – Jacques Derrida”